terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Sônia Viegas (1944-1989)

Participar da mesa em homenagem a Sônia Viegas durante o último Seminário de Diamantina foi uma das coisas boas que fiz em 2010. Sônia foi minha professora em disciplinas sobre cultura grega e história da filosofia grega, que frequentei na Fafich em meados dos anos 1980. Mais de vinte anos após sua morte, a impressão causada por suas aulas continua viva nos que tiveram a felicidade de frequentá-las.

Sônia Viegas (1944 - 1989)


Em Diamantina, pude falar um pouco sobre o trabalho de Sônia e sobre a influência marcante que teve na cena cultural de Belo Horizonte ao longo dos anos 1970 e 1980. A mesa-redonda foi coordenada por Maurício Campomori e contou também com a participação de Marcelo Pimenta Marques e Sérgio Alcides do Amaral. O registro em vídeo está disponível no site do Cedeplar e vai reproduzido abaixo.







Aqueles que quiserem conhecer mais sobre a vida e a obra de Sônia, podem recorrer aos três volumes de seus Escritos, organizados por Marcelo Pimenta Marques e publicados em 2009 pela Editora Tessitura: Filosofia e Arte, Filosofia Viva e Vida Filosófica.

Um comentário:

  1. ainda vamos virar burocratas de nossas próprias carreiras - não, isso não

    ResponderExcluir